O sucesso de todo negócio está ligado a diversos fatores, dentre os quais podemos destacar o atendimento diferenciado — quando se trata de vendas ou prestação de serviços —, estratégia comercial adequada, inovação e muitos outros.

O grande desafio para implantar tais iniciativas de forma consiste, geralmente, na obtenção da informação necessária para subsidiar as decisões a serem tomadas e, nesse contexto, os projetos de BI fazem toda a diferença.

Para esclarecer melhor essa questão, preparamos um post com os grandes desafios dos projetos de BI e como superá-los na sua empresa. Acompanhe!

A importância dos projetos de BI para o negócio

A implantação de um projeto de BI — Business Intelligence ou, traduzindo, Inteligência Empresarial — é justamente o diferencial que uma empresa precisa para tratar dados gerados por vários meios. Veja alguns contextos que podem servir de informação para alimentar uma análise de BI:

  • Planilhas;
  • Sistemas comerciais conhecidos como ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento dos Recursos da Empresa);
  • Transações;
  • Compras;
  • Vendas;
  • Prestação de serviços;
  • Obrigações financeiras;
  • Dados de vendas;
  • Dados contábeis etc.

Os desafios na implantação de projetos de BI

Para uma implantação bem-sucedida, é preciso levar em conta a existência de pontos específicos, que devem ser considerados com bastante cuidado, com a finalidade de atingir os objetivos planejados e incorrendo em maior satisfação por parte dos clientes.

Nesse sentido, os 4 principais desafios a serem considerados para o sucesso na implantação de uma estratégia de BI são:

1. O critério na qualidade dos dados

Um BI será alimentado por muitos dados gerados no negócio. O tratamento correto desses dados é parte fundamental para a correta transformação desse conteúdo em informação valiosa para a gestão do negócio.

2. A escolha da ferramenta adequada

Questões sobre custo de aquisição do software ou licenciamento são sempre levantadas. Nessa hora, uma boa pesquisa pode indicar qual é a melhor para o negócio. A ferramenta ideal será aquela que está dentro da expectativa financeira do cliente e que tenha capacidade de gerar o um bom resultado — em termos de performance e confiabilidade.

3. A mudança de cultura

Muitas vezes, estamos acostumados a usar relatórios gerenciais como fontes de informação para gerir uma empresa. O BI vai além desse paradigma, já que é capaz de gerar informação estratégica. Dessa forma, uma ferramenta de BI bem implantada pode expandir, e muito, a visão de futuro do board executivo. Basta uma pequena pesquisa em alguns cases de sucesso para percebermos o valor dessa inovação.

4. A escolha de um parceiro

Na escolha do parceiro que fará a implantação do BI, a pós implantação é o diferencial. Deve-se procurar uma empresa que seja aliada do negócio e que não seja uma mera vendedora de software ou que se atenha apenas ao perfil técnico, mas, uma aliada interessada no sucesso do projeto com uma visão de negócios ampla.

Se os itens mencionados forem observados, o projeto de BI será, certamente, um grande sucesso. Ainda, deve-se atentar para o comprometimento do staff na utilização da ferramenta e de seus valiosos recursos.

O papel do gestor de TI

O gestor de TI da empresa, por sua vez, será um aliado e terá participação fundamental no projeto. Isso eleva seu valor, tendo em vista que ele, possivelmente, será o agente multiplicador de conhecimento da ferramenta — Agindo como canal entre a empresa e o parceiro contratado para implantação do BI.

Esperamos ter contribuído com o conhecimento sobre os desafios na implantação de projetos de BI. Aproveite para compartilhas esse texto nas redes sociais e se tornar referência no assunto.

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.