Para conduzir suas decisões de forma mais estratégica e eliminar risco de erros, você precisa de informações técnicas confiáveis. Nesse sentido, tanto a inteligência competitiva quanto a inteligência de mercado podem auxiliar você com esses dados e, assim, conquistar os resultados esperados.

Entretanto, ambas as características têm focos diferentes, de forma que não devem ser confundidas na hora que o planejamento estratégico de um projeto for realizado. Separamos para você as principais diferenças entre inteligência competitiva e inteligência de mercado. Acompanhe!

Qual a diferença entre inteligência competitiva e inteligência de mercado?

Apesar de serem termos bem parecidos na grafia, são conceitos bem diferentes na prática. Isso não significa que sua empresa tenha de escolher uma delas para a sua estratégia. Muito pelo contrário, ambas são essenciais para ganhar um bom posicionamento da marca e mantê-la na liderança por muitos anos. Para que você entenda melhor, fizemos a comparação a seguir!

Inteligência competitiva

Inteligência Competitiva é conhecida por ter o foco na concorrência. Isso faz com que ela tenha a visão da empresa ao aplicar técnicas de análise de dados. Também está voltada para as ações das organizações que pertencem ao mesmo segmento de mercado.

Portanto, a inteligência competitiva utiliza a coleta e a análise de dados para verificar os processos da concorrência, sendo mais direcionada aos negócios, e atua com informações sobre táticas da concorrência, bem como suas posições no mercado, pontos fortes e fracos e como tudo isso influencia no seu negócio.

Inteligência de mercado

Resumidamente, podemos dizer que a inteligência de mercado está relacionada à coleta e análise de dados para que se possa compreender mercadologicamente em qual posição sua organização está inserida. A inteligência de mercado é focada no cliente e sua função é compreender o comportamento de compra do público-alvo.

Para isso, são utilizadas análises de estatísticas econômicas e sociais, como informações relacionadas à demanda, demografia, consumo, população, entre outros.

Com as informações de inteligência de mercado é possível definir, entre outras coisas, as diretrizes que serão adotadas pela empresa em um período de tempo.

A ideia é sempre observar o mercado para aplicar todas as informações de forma a identificar oportunidades importantes de negócios, antecipando tendências, demandas de consumo, entre outras oportunidades.

Quais estratégias adotar em cada caso?

A inteligência competitiva viabiliza a montagem de diferentes métodos para tomar a frente nos mercados de atuação e desenvolver diferenciais competitivos para melhorar seu posicionamento no mercado.

A inteligência de mercado busca informações que possibilitem à sua empresa desenvolver novos produtos, adequar ao mercado aqueles que já fabrica ou comercializa, para alcançar novos clientes e torná-los parceiros.

Se bem aplicado, todo o conhecimento de inteligência de mercado tende a se espalhar sobre uma série de produtos da empresa, o que permite uma maior abrangência da sua marca. Em ambos os casos algumas estratégias são importantíssimas, como explicaremos nos próximos tópicos.

Plano estratégico

Todo negócio deve fazer um plano estratégico para guiar as decisões do negócio. Um erro muito comum da gestão é tomar uma série de medidas sem saber exatamente o porquê. Eles introduzem metodologias para atrair clientes, mas não sabem como querem desenvolver a imagem para o público. Todo planejamento estratégico deve conter os seguintes itens:

  • missão;
  • filosofia (visão);
  • cultura empresarial;
  • objetivos;
  • metas;
  • planos de ação.

Com esses pontos, você terá um panorama de qual caminho o negócio deve seguir e investir seus recursos.

​ERPs

Os ERPs são sistema de gestão corporativa que contam com todas as ferramentas digitais imprescindíveis para a realização de tarefas em todos os setores. Incluem funcionalidades, como emissão de notas fiscais, registro de vendas, controle de estoque, monitoramento financeiro etc.

Além de automatizar grande parte das atividades, trazendo agilidade e precisão, eles também se tornam grandes bancos de dados valiosos que podem ser utilizados na próxima estratégia.

Business Intelligence (BI)

Muitas pessoas conectam o BI com a inteligência de mercado, mas ele é muito mais amplo, pois também abrange ferramentas excelentes para a análise da concorrência. Portanto, é a solução mais completa quando você quer desenvolver essas duas frentes no seu negócio.

A prática do BI envolve a incorporação de tecnologias, aplicações, metodologias e técnicas com a finalidade de coletar e analisar dados importantes para o desenvolvimento de um negócio.

Seu principal objetivo é melhorar a tomada de decisões dentro da empresa, complementado a intuição e experiência dos gestores com informações estratégicas sobre os clientes, os fornecedores, os concorrentes, os fatores macro e microeconômicos, as tendências de consumo etc.

Todos esses dados são coletados em diversas fontes, como os bancos de dados da sua empresa, as redes sociais, os mecanismos de pesquisa online, entre tantos outros.

Portanto, geralmente, são análises que mostram o cenário atual de uma forma bastante profunda, mas também muito abrangente. Aqui, estão alguns exemplos de funcionalidades do BI:

  • monitoramento de indicadores de performance e desempenho — a gestão define quais são as metas de vendas, produtividade e custos mais importantes para o negócio. O software de BI coleta os dados em tempo real e atualiza as métricas em relatórios ou dashboards (painéis);
  • benchmarking — é a comparação das práticas do seu negócio em comparação com a concorrência. Desse modo, você pode saber quais potencialmente levam a melhores resultados;
  • analytics — refere-se a todo o processo de coleta, mineração e análise de dados para que sua empresa tenha métricas para informar uma determinada ação. Isso inclui a análise de riscos, análise preditiva, o processamento de eventos complexos, entre outros. O analytics pode ser usado desde a cadeia de suprimentos até o marketing;
  • relatórios completos — o BI fornece vários tipos de relatórios com indicadores, métricas e resultados de cada setor e do negócio como um todo. Desse modo, todos os tomadores de decisão terão mais subsídios para incrementar as inteligências competitivas e de mercado.

A ligação entre inteligência de mercado e inteligência competitiva

Para se manter competitivo no mercado é preciso oferecer diferenciais. Por isso, a necessidade de se investir nos processos de inteligência competitiva e de mercado. Em conjunto, elas conseguem gerar uma inteligência efetiva para o negócio, proporcionando a definição de estratégias empresariais, além de contribuir para o desenvolvimento de ações inovadoras.

Juntas, elas ajudam a entender a concorrência e as demandas de mercado para melhorar seus indicadores, atingir os resultados em vendas e argumentar com mais precisão as suas ações de marketing. Assim, é fundamental considerar os preceitos da inteligência competitiva e inteligência de mercado para traçar futuras estratégias e planejamentos. Atualmente, há ferramentas tecnológicas poderosas para isso e você não pode deixar de utilizá-las.

Quer saber continuar recebendo as melhores dicas de gestão e tecnologia para os negócios? Então, não deixe de assinar nossa newsletter!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.