Otimizar a infraestrutura de TI de um negócio é uma ótima maneira de diminuir custos operacionais e obter mais eficiência. Entretanto, quando se fala de infraestrutura de TI, muitas pessoas tem dúvidas com relação ao que exatamente o termo engloba e, consequentemente, que tipos de medidas podem ser utilizadas para torná-la melhor. Por isso, hoje mostraremos como algumas mudanças simples podem trazer ótimos resultados.

Primeiro vamos definir o que compõe a infraestrutura de TI. O termo, na maioria das vezes, é destinado a abordar genericamente hardware, software, redes e serviços que estão atrelados à área de TI das empresas. Muito longe de fazer referência apenas a servidores e clusters, infraestrutura de TI é o ambiente que dá suporte tecnológico ao negócio.

Com essa definição em mente, podemos abordar algumas maneiras de se otimizar essa infraestrutura. Você verá, todavia, que cada uma delas endereça um ponto específico.

A utilização de serviços em nuvem, por exemplo, serve para diminuir a dependência que as organizações têm com relação a equipamentos específicos. Por outro lado, o investimento em novos sistemas pode fazer com que a distribuição de recursos (espaço, memória, capacidade) seja impactada. Por esses motivos, para escolher o melhor método a se adotar na otimização da infraestrutura, contar com a ajuda de um especialista é sempre uma boa ideia.

Troque seus equipamentos por outros mais novos

É comum que a infraestrutura de TI de um negócio sofra com o passar do tempo por um motivo simples: os equipamentos utilizados não dão mais conta do recado e gastam cada vez mais recursos para processar as operações mais simples. O que faz com que isso aconteça, na maioria das vezes?

Atualizações de software que não consideram a estrutura tecnológica são fonte constante de dores de cabeça. Embora seja importante investir em novos softwares, fazer isso desconsiderando a infraestrutura de TI atual é a receita para um desastre.

Mas, mesmo que as atualizações não sejam a fonte do problema, temos ainda outro fator a considerar: o fato de que máquinas perdem desempenho com o passar do tempo, precisando ser substituídas por outras que consigam lidar melhor com fatores como o acúmulo crescente de dados.

Trocar periodicamente os equipamentos de TI utilizados pela empresa pode fazê-la operar com mais eficiência. Considere isso sempre ao decidir quanto do seu orçamento é destinado à área.

Adote a computação em nuvem

Computação em nuvem é um daqueles casos nos quais a tecnologia não apenas ajuda os negócios a operarem de maneira mais eficiente, mas também economiza dinheiro para eles. O conceito é simples e já deve ser seu conhecido. Cloud computing é utilizar recursos computacionais de terceiros, aproveitando-se de pouco mais que uma conexão com a internet.

A nuvem pode armazenar os arquivos do seu negócio (cloud storage), acelerar a implementação de novas soluções de TI (software como serviço) ou até mesmo dar acesso sob demanda a uma infraestrutura de TI otimizada (infraestrutura como serviço). Entender os pontos nos quais a nuvem pode suprir deficiências do TI atual vai exigir entender melhor como ela funciona. Mas a relação de custo-benefício na sua adoção é garantida e vai liberar recursos para que o negócio invista em outras áreas importantes.

Encontre um parceiro especialista na otimização da infraestrutura TI

Como já mencionamos, otimizar a infraestrutura de TI em uma empresa pode ser uma tarefa muito complicada. Isso porque infraestrutura engloba muitos pontos e tem um impacto tão grande nos negócios que qualquer erro pode sair muito mais caro do que o esperado.

Isso faz com que a contratação de uma equipe especializada na otimização de TI seja uma decisão inteligente. Especialistas farão uma análise do estado da tecnologia em seu negócio e darão um diagnóstico, apontando o que pode ser melhorado para obtenção de grandes resultados.

Invista em sistemas operacionais mais adequados às necessidades do negócio

Por enquanto falamos de pontos importantes para a melhoria das infraestruturas de tecnologia dos negócios. Mas, o que a maioria dos tópicos mencionados até aqui têm em comum é que eles endereçam o relacionamento de uma empresa com hardware.

É muito comum pensar na otimização da infraestrutura como um mero investimento em novas tecnologias que podem ser vistas, manuseadas e movidas de um lugar para outro. Entretanto, é tão importante colocar seus esforços na resolução de problemas de software quanto na aquisição de novos servidores.

Uma boa infraestrutura de TI é aquela na qual as demandas de software são cumpridas, sem problemas, pela escolha de hardware. Em muitos casos, trocar sistemas operacionais ou adquirir licenças para produtos que exijam menos recursos pode fazer tão bem quanto a compra de novos equipamentos.

Adquira ferramentas de Business Intelligence

Por último, uma grande ideia para otimizar a área de TI de um negócio é adquirir ferramentas de Business Intelligence, como o Pentaho. Pode parecer, a princípio, que não existe nenhuma relação entre essas duas coisas, todavia, é aí que há o engano.

O uso do Business Intelligence tem como seu maior objetivo a melhoria da tomada de decisões. Isso significa que, com os dados corretos, a ferramenta pode ser o maior recurso que um negócio tem em mãos para entender que pontos do TI precisam de otimização.

Não entendeu? BI e uma infraestrutura de TI adequadas são mutuamente abrangentes porque as informações do monitoramento de redes podem indicar mudanças necessárias para melhoria de questões estruturais. E uma infraestrutura flexível e veloz pode fazer com que o impacto de uma ferramenta de Business Intelligence seja ainda maior.

Pensar em infraestruturas mais eficientes é pensar em como o seu negócio pode aplicar a tecnologia para sair na frente da concorrência. É a constante otimização da maneira como utilizamos recursos que permite que possamos prestar serviços e vender produtos cada vez melhores, por um preço mais competitivo e que realmente atendam aos interesses dos clientes.

Pode parecer que infraestrutura de TI é um assunto para especialistas. Todavia, são os gestores que pensam na sua otimização que dão o primeiro passo em direção às melhorias. Conhecer o que se pode fazer para obter retornos maiores com auxílio da tecnologia é um ponto importante nisso.

E aí, gostou dessas dicas para otimizar a infraestrutura de TI em uma empresa? Então você vai adorar receber nossos conteúdos. Inscreva-se em nossa newsletter agora mesmo!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.