Você sabe quais são os principais erros na gestão de dados? Sabia que o simples fato de cometê-los pode ser determinante para que você não consiga obter os resultados que tanto espera?

Tendo como base o atual cenário do mercado, em que as informações se tornaram indispensáveis para o crescimento e, consequentemente, o sucesso de um negócio, nada mais justo do que gerenciá-las da forma correta.

Não estamos nos referindo somente ao processo de administrá-las em si, mas sim às práticas que devem ser respeitadas para que essa atividade seja bem-feita. Dessa maneira, mostraremos na sequência  quais são os 4 principais erros na gestão de dados. A leitura é importante e por isso merece toda a sua atenção. Não perca!

1. Não definir metas

O primeiro deles é não definir as metas relacionadas a essa gestão. Entenda que a falta de objetivos é o motivo número 1 para a falha dos projetos, pois ao não ter um norte a seguir, o caminho se torna muito mais difícil.

Nesse contexto, a pergunta elementar a se fazer é: “onde quero chegar?”. Com isso, é possível realizar o gerenciamento dos dados sob um planejamento com uma trajetória lógica, indicando quais são as melhores direções.

2. Não estipular o público-alvo

Atirar para todos os cantos está longe de ser uma boa estratégia. É por essa razão que não estipular o público-alvo também está entre os principais erros na gestão de dados.

Aqui, é preciso compreender que se não houver um critério ou padrão que estabeleça as particularidades desse grupo, a obtenção dos resultados pretendidos não será nada fácil: quanto mais pessoas o negócio quiser atingir, mais difícil será sem a definição do seu público-alvo.

Nessa linha, é necessário a realização de uma profunda análise de segmentação, onde a utilização das informações deve ser a mais específica possível.

3. Não usar devidamente os dados coletados

Com o constante crescimento do Big Data, a importância associada aos grandes volumes de dados aumentou rapidamente entre, praticamente, todos os setores da economia.

Embora seja relevante, os gestores devem ter o cuidado para não abusar dessa quantidade, usando as informações devidamente. Nesse caso, a dica é simples: concentrar-se somente nos dados que realmente vão ao encontro com as metas estabelecidas.

Em sua maioria, a base de que se precisa para a execução de algumas ações está no Small Data, aquele pequeno conjunto de informações que faz toda a diferença no que diz respeito às suas tomadas de decisão, por exemplo.

4. Não utilizar dados atuais

Não menos prejudicial ao crescimento da empresa, está a não utilização de dados atuais. Nesse caso, não há segredo algum, basta estar sempre antenado às novas tendências e ao que de fato está acontecendo no ambiente interno e externo do seu negócio.

Para concluir, vale ressaltar que por melhores que sejam as ferramentas empregues, o cometimento de algum desses equívocos pode dificultar, e muito, a conquista de bons resultados.

Esperamos que tenha gostado deste artigo com os 4 principais erros na gestão de dados. Se quiser saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco agora mesmo!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.