O Business Intelligence tem sido cada vez mais adotado para ajudar a empresa na tomada de decisões. Mas, para que funcione, é preciso ter uma boa arquitetura de BI envolvida. Você sabe o que é essa arquitetura? Se não faz a menor ideia, não se preocupe ― neste post vamos explicar de maneira simples para que você compreenda melhor do que se trata.

Não é um pré-requisito fundamental saber tudo sobre BI para implementá-lo, afinal, você pode contar com especialistas para isso. Mas, vale a pena ter uma ideia mais aprofundada para entender como funciona o processo e os impactos que essa abordagem traz para a empresa.

Vamos entender melhor o que é a arquitetura de BI, então? Leia até o final!

O que é arquitetura de BI?

A arquitetura de Business Intelligence pode ser definida como a estrutura para organização de dados, gestão de informações e componentes usados para construir os sistemas de BI.

Os componentes de uma arquitetura de BI incluem as fontes de dados usadas pelos executivos e outros usuários para analisar os aspectos da empresa e tomar decisões acertadas, transformando as informações brutas em um conjunto consistente de referências para usos em Business Intelligence.

Entre esses componentes, podemos citar a integração e limpeza de dados, além da criação de dimensões e regras que estarão em conformidade com as diretrizes da arquitetura.

Como implementar o Business Intelligence?

Para estruturar uma estratégia de BI na sua empresa, você precisa de uma arquitetura que tenha os pontos destacados abaixo.

Seja baseada em evidências

Para desenvolver um sistema de BI eficiente, é preciso trabalhar um modelo prévio do projeto, que simule as situações e trabalhe com dados reais. Só assim será possível identificar se esse sistema irá realmente ajudar o negócio.

Crie soluções para todas as equipes

Não adianta desenvolver uma aplicação de BI que sirva apenas para um setor específico. As empresas estão cada vez mais trabalhando de maneira holística, e nessa abordagem a integração entre dados é essencial.

Não há como definir os rumos de uma empresa com base em apenas uma equipe. Por isso, a solução deve atender as necessidades e trabalhar com informações de todos os times, promovendo assim essa visão geral e clara necessária para uma boa gestão.

Priorize os principais problemas

As soluções de BI devem ter um foco bem claro. Se não há a identificação do problema chave e o direcionamento da ferramenta para esse problema, não há como promover uma melhoria consistente e os investimentos acabam sendo desperdiçados.

Procure então elencar as maiores dificuldades da empresa e ao pensar na arquitetura de BI, estruturá-la para que ela possa realmente resolver as questões que mais incomodam a organização.

Vale lembrar que os dados obtidos por Business Intelligence são estruturados, organizados em relatórios e gráficos que auxiliem a visualização e a análise consciente para a tomada de decisões.

Ficou mais claro para você o que é arquitetura de BI e como é importante para a implementação dessa ferramenta? Tenha em mente que os dados são a melhor maneira de basear os próximos caminhos da organização.

Para receber mais informações que ajudem na gestão de negócio, curta a nossa página no Facebook!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.