Para lidar com a quantidade de dados gerados em sua empresa, uma solução digital de ponta que pudesse identificar e transformar esses dados em informação valiosa viria a calhar, não é mesmo? Pois, neste artigo, vamos descobrir como usar o Big Data para otimizar os seus negócios.

Muitos gestores podem não perceber, mas a atividade comercial gera uma ampla gama de dados. Relatórios de vendas, contatos pelo SAC, feedbacks colhidos nas mídias sociais, planejamento estratégico: todas essas ocorrências geram informações que podem ser mineradas para agilizar os processos empresariais.

Quer conhecer mais sobre o Big Data e suas aplicações? Então, continue a leitura!

O que é o Big Data?

O termo se relaciona a grandes massas de dados, estruturadas ou não. Esses elementos são trabalhados e transformados em informações valiosas para os usuários. Geram, também, insights poderosos para comerciantes e gestores em geral.

Quando o engenheiro de software Doug Laney sintetizou o conceito da tecnologia, em 2001, ele pensava apenas em três categorias: Volume, Variedade e Velocidade. Com a evolução dos aparatos, a nomenclatura se expandiu e hoje o Big Data se baseia em outras esferas conhecidas como Vs: além das três já citadas, somam Veracidade, Variabilidade, Volatilidade e Valor.

Quais são as suas aplicações?

O Big Data é utilizado nos mais diversos setores e negócios e as suas possibilidades de adaptação são praticamente infinitas. A polícia de Chicago, nos Estados Unidos, por exemplo, introduziu a ferramenta para melhorar o nível de segurança oferecida para os cidadãos. Por meio da análise e cruzamento de informações, é possível monitorar criminosos em potencial.

A tecnologia também vem sido implementada na otimização dos processos de negócios. Os comerciantes podem melhorar a eficiência dos seus estoques baseados em análises preditivas colhidas com a análise de dados, operando com hipóteses que englobam desde dados coletados na nas mídias sociais até previsões meteorológicas que podem comprometer as colheitas.

O Big Data proporciona, ainda, vantagens a atletas profissionais, por meio de softwares que analisam e monitoram o desempenho esportivo. Como se não bastasse, o poderio tecnológico dessa ferramenta possibilita que cientistas decifrem uma cadeia de DNA em apenas alguns minutos.

Como usar o Big Data no meio empresarial?

Com milhares de dados acessíveis na internet, os empreendedores podem utilizar soluções digitais de ponta para extrair informações e expandir os seus negócios. Podemos mencionar quatro formas importantes para a utilização da tecnologia com o objetivo de otimizar a atuação empresarial:

  • previsões e prognósticos de mercado;
  • gerência de operações da empresa e administração dos recursos;
  • identificação de falhas e problemas;
  • gestão de talentos.

Com o Big Data, é possível cruzar informações de consumo dos clientes com os períodos de maior venda, por exemplo, estabelecendo correlações para melhorar o atendimento. Com a análise dessas informações, a companhia pode proporcionar um método de sugestão de venda de acordo com cada mês.

A tecnologia também ajuda muito no relacionamento com os clientes. Ao utilizar métricas para a criação de perfis detalhados de seus compradores, é possível fidelizar mais consumidores, oferecendo soluções personalizadas de acordo com cada perfil.

Já existem no mercado aplicativos mais convencionais que informam a quantidade de produtos vendidos, informando aos comerciantes quais são os mais populares e a receita obtida com eles. Porém, o Big Data é ainda mais completo, pois é capaz de demonstrar indicadores precisos de oscilação nas vendas e comparar preços.

Outro bom exemplo de uso é a precificação automática, que utiliza dados como o histórico de preços, as oscilações no mercado e as próprias taxas de inflação. Esse procedimento poupa tempo dos gestores, que podem se dedicar a outras tarefas importantes em vez de reuniões exaustivas.

Como você pôde perceber, a ferramenta, quando bem utilizada, transforma a gestão empresarial. É preciso vencer a resistência e apostar na inovação tecnológica, já que a transformação digital chegou para auxiliar os gestores dos mais diversos ramos.

A partir do momento em que você descobre como usar o Big Data, o potencial de rendimento se torna bem mais poderoso. Fatores como a análise de concorrência e preços por meio de algoritmos podem ser decisivos para a sobrevivência do negócio.

Quer saber mais sobre Big Data? Então, aproveite e leia agora mesmo o nosso post sobre os Vs da tecnologia!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.