utilização de dados em processos tomada de decisão é uma estratégia que vem sendo adotada com eficiência por empresas de diversos segmentos.

Uma das novidades do mercado é a implementação de big data na saúde, uma tecnologia voltada para a captação e cruzamento de dados e também pode ser aplicada para fazer o monitoramento do estado de saúde de um paciente, em tempo real.

Quer saber mais sobre essa importante inovação e descobrir como pode potencializar o seu negócio? Então, leia com atenção este post.

Aplicabilidade do big data na saúde

Principalmente por facilitar o monitoramento do tratamento do paciente, o big data vem sendo aplicado para cruzar informações envolvendo diagnósticos, intervenções e terapias realizados em outros países. A área de pesquisa também já vem alcançando avanços relevantes, a partir da sua utilização na busca da cura para doenças complexas.

Segundo consultores especializados, os algoritmos disponíveis em bancos de dados públicos ao redor do mundo vêm sendo analisados para observar os padrões de mutação do vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), por exemplo. Os pesquisadores também trabalham com o cruzamento de dados para analisar casos de diferentes tipos de câncer, incluindo até os menos comuns, cujos protocolos de tratamento ainda não foram consolidados.

Vantagens do big data

Algumas empresas já perceberam que a implementação da tecnologia para captar e cruzar dados pode trazer diversos benefícios. Desde o ganho tempo à redução de custos, passando por tomadas de decisão mais precisas e eficientes.

Listamos algumas dessas vantagens e explicamos como a aplicação do big data na área de saúde pode ajudar na gestão do seu negócio e alavancar os resultados, inclusive financeiros.

1. Mais precisão para a tomada de decisões

As tecnologias inteligentes de cruzamentos de dados podem ser muito eficientes e trazer agilidade a processos de tomada de decisão. Na área médica, elas vêm contribuindo ao viabilizar a chamada medicina de precisão.

Os dados captados podem mensurar o desempenho de medicamentos e gerenciar o tratamento de pacientes. Essas informações, quando analisadas por algoritmos específicos, podem ser úteis para orientar a equipe médica assistencial e seus apoiadores, reduzindo a probabilidade de erros.

2. Maior volume de dados armazenados

O big data possibilita que médicos trabalhem com informações armazenadas em bancos instalados na nuvem (cloud computing). A partir dessas informações obtidas em bancos privados de dados médicos e clínicos de pacientes, os algoritmos entram em ação.

Com esse suporte, os profissionais podem acompanhar a saúde de seus pacientes e prescrever exames de forma automática e mais detalhada.

3. Personalização do atendimento

Entre as vantagens mais destacadas quando se fala da utilização de big data na saúde, está a possibilidade de identificar, com precisão, as necessidades específicas de cada paciente.

Isso permite aos médicos traçar um atendimento personalizado, trabalhando de forma mais eficiente e dinâmica. Graças às tecnologias, eles conseguem conduzir o tratamento de doenças crônicas de uma maneira sistemática, focada nas especificidades de cada caso.

4. Redução de custos

A utilização de dados de qualquer origem e a possibilidade de cruzá-los entre si auxilia em diversos processos no setor de saúde, acelerando a definição de diagnósticos e melhorando a qualidade da prestação de cuidados médicos.

Quando analisados, esses dados podem trazer respostas que impliquem em economia de tempo e redução de custos, como a prescrição eletrônica de relatórios clínicos.

O big data também pode ser combinado com outras ferramentas de análise para executar tarefas relacionadas a negócios e gestão. Juntas, as tecnologias podem trabalhar na identificação de possíveis fraudes e ajudar a detectar a raiz de problemas, defeitos e falhas.

5. Diagnósticos cada vez mais completos

O big data tem se revelado como uma ferramenta eficiente para detectar doenças ainda em seus estágios iniciais. Mas além da vantagem de facilitar os diagnósticos precoces, a tecnologia permite ainda que se obtenha análises e resultados mais amplos dos casos dos pacientes.

Com todas essas vantagens, é bem provável que você esteja convencido do quanto a implementação de big data na saúde pode beneficiar o seu negócio. Mas caso você ainda tenha dúvidas, entre em contatocom a Know Solutions. Nossa equipe está à sua disposição!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.