Você já ouviu falar em ferramentas open source? Esses aplicativos são gratuitos e podem substituir com eficiência programas pagos, favorecendo a realização de rotinas importantes na sua organização.

Com esses softwares, você consegue conduzir o trabalho sem maiores problemas, além de alterá-los, de acordo com a necessidade da organização. Claro que, para isso, é necessária a participação de alguém que entenda de programação e saiba manipular os códigos.

Quer entender melhor como funciona e quais são as principais aplicações open source? Continue a leitura!

O que são ferramentas open source?

O termo open source pode ser traduzido como código aberto, e designa softwares com o código acessível por todos, abrindo espaço para modificações e distribuições. Esses programas atuam de maneira descentralizada, colaborativa e transparente.

As ferramentas com essa característica podem ser adaptadas de acordo com a necessidade do usuário, aumentando a usabilidade e eficiência.

Quais são as vantagens desse código aberto?

Além da maior capacidade de adaptação, fazendo as alterações necessárias para que o programa se comporte da maneira que a empresa precisa, as ferramentas e softwares open source trazem outros benefícios em comparação aos que possuem códigos fechados.

Esses programas dão o controle ao usuário, permitindo correções a qualquer momento. Também são mais baratos, por não cobraram taxas pela licença de uso; ou seja, o download pode ser feito no site oficial sem a necessidade de nenhum pagamento.

As ferramentas open source também são facilmente integradas com outros sistemas, descomplicando a rotina dos gestores e permitindo uma visão geral dos processos.

Quais são as principais ferramentas open source atuais?

Listamos aqui os aplicativos mais usados, tanto por empresas como em uso pessoal. Confira!

Dia

Com o software Dia, você pode construir diagramas, fluxogramas e esquemas de bases de dados, para estruturar gráficos que auxiliem a compreensão de fluxos de tarefas ou de hierarquias, como um organograma, por exemplo.

Essa ferramenta é uma ótima opção ao Microsoft Visio, é de fácil utilização e conta com uma interface muito intuitiva

Thunderbird

Dificilmente lidamos apenas com uma caixa de e-mails no trabalho. Na maioria das vezes, temos que gerenciar as mensagens recebidas no nosso endereço pessoal, no da equipe, no geral da empresa etc.

O Thunderbird ajuda nesse processo. O gerenciador de e-mails produzido pela Mozilla Foundation (criadora do conhecido Mozilla Firefox), conta com uma interface simples e fácil de usar, e ainda permite a adição de tarefas que podem ser executadas.

LibreOffice

O LibreOffice é uma excelente alternativa ao pacote Office. Esse sistema oferece aplicativos para a produção de documentos de texto, planilhas de cálculos e organização de dados e apresentações de slide com aparência profissional.

Essa suíte passa por atualizações constantes, sempre com foco na melhoria da experiência do usuário.

XPlanner

O JxProject traz uma usabilidade bem interessante para quem usa metodologias ágeis na gestão. O XPlanner Plus é uma multiplataforma que funciona em ambiente web e permite o acompanhamento de projetos, favorecendo a comunicação entre os funcionários da equipe e dando uma visão clara da condução das tarefas.

Com o software, o gestor consegue ter um controle muito maior do andamento do trabalho, designar responsabilidades e acompanhar prazos.

Na hora de escolher as ferramentas open source para implementação, procure avaliar a reputação por meio dos comentários de outros usuários. Considere também se você conta com profissionais de programação que possam resolver problemas e realizar possíveis adaptações e atualizações.

Se você quer entender ainda mais sobre o assunto, confira o nosso post com as principais características desses softwares!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.