A qualidade de dados é o que os torna tão importante para as empresas. Esse conceito é definido como o valor de uma informação, desde o momento em que ela é criada ou recolhida até a sua manipulação, armazenamento e apresentação em um dashboard. O objetivo é simples e comum, já que as empresas sempre buscam otimizar todos os recursos possíveis.

A ideia é melhorar a rotina dos gestores, garantindo que o grande trabalho dedicado a relatórios e análises de informações seja baseado em dados que tenham a maior chance de gerar um impacto positivo na empresa.

Na prática, uma má gestão de dados pode significar muito tempo perdido e decisões com um embasamento equivocado. Se é isso que você quer evitar, continue lendo o post e entenda como o Google Analytics pode ajudar a garantir a qualidade dos dados.

Qual é a relação entre o Google Analytics e a qualidade dos dados?

A ferramenta traz diversas vantagens para quem quer reforçar a inteligência de dados da empresa. Além de ser gratuita e fácil de usar, você não precisa duvidar da fonte, afinal, as informações são coletadas pelo próprio Google, a partir de comportamentos em sua página.

Por exemplo, por meio dessa ferramenta você consegue fazer ações cruciais, como conhecer o padrão de navegação dos usuários. Existem diversas métricas que focam nisso, como as páginas mais acessadas e o tempo gasto em cada uma delas.

O resultado do seu uso são informações valiosas para a tomada de decisões, como a comunicação que mais dá certo e quais mudanças de layout podem valer mais a pena. Outras vantagens do Google Analytics são:

  • visualização da jornada de compra, desde o primeiro contato até a conversão;
  • configuração de metas;
  • dados de visitas e comportamentos gerais do usuário;
  • gráficos e relatórios que permitem acompanhar variações sazonais;
  • diversas configurações específicas para o e-commerce;
  • API’s que podem ser integradas com os sistemas usados pelas empresas;
  • possibilidade de aplicar diferentes testes, como o A/B;
  • confiança na procedência das informações.

Por que é preciso prezar pela qualidade dos dados?

Com as empresas se tornando cada vez mais data driven, a qualidade dos dados tem um peso óbvio para garantir decisões mais acertadas. Sejam novos investimentos, cortes de gastos, otimização de processos ou diversas outras, os dados passam a ter muito poder.

Porém, o grande volume de informações disponíveis apresenta um desafio. De nada adianta ter uma grande quantidade, se não existe um processo de validar e filtrar o que pode, de fato, ser útil.

Permite fazer análises em relação ao futuro

Prever o futuro é impossível, mas analisando corretamente os dados, é possível ter um palpite muito próximo da realidade. Os dados ajudam a identificar tendências antes que elas explodam, permitindo que a empresa esteja sempre à frente do desejo do público. Além disso, também permite analisar o histórico de informações da organização.

Ajuda a elaborar estratégias

A partir dessas análises, os gestores podem usar os dados para traçar estratégias futuras. Especificamente em relação ao Google Analytics, o foco é no marketing digital. Um exemplo é a análise de canais que levam o público ao seu negócio. Com isso, você pode identificar os que merecem maior investimento.

Para qualquer gestor de uma empresa moderna, é natural passar boa parte do tempo lidando com dados e relatórios. Na verdade, é comum um grande esforço na produção e uma dificuldade na análise. O segredo do sucesso para qualquer empresa é usar os recursos da melhor forma possível, o que significa que a qualidade de dados é essencial.

Quer saber como garantir a qualidade dos dados da sua empresa? Então, entre em contato conosco e entenda como usar esse recurso da melhor forma possível!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.