Big Data, Business Intelligence (BI), Business Analytics (BA), computação em nuvem e Inteligência Artificial (IA) são apenas algumas das tecnologias relacionadas à transformação digital nas empresas.

E para que ela possa de fato acontecer na sua organização, é importante conhecer quais são os seus riscos, benefícios e impactos. Do contrário, será difícil promover mudanças positivas e verdadeiramente eficazes para o crescimento do negócio.

Preparamos este artigo para apresentar os principais pontos da transformação digital. Se você quer levar sua empresa para o futuro do empreendedorismo, não perca esta leitura em hipótese alguma. Confira!

O que é a transformação digital?

De forma clara e objetiva, a transformação digital pode ser descrita como um processo pelo qual as organizações utilizam a tecnologia para otimizar o desempenho, ampliar o alcance e melhorar os seus resultados como um todo.

A questão a salientar aqui é que a transformação digital se refere a uma mudança radical na estrutura administrativa e operacional das empresas. Nesse contexto, o papel central é atribuído ao fator que acabamos de citar: a tecnologia.

Quais são os seus efeitos para os negócios?

Inovação e conectividade. Basicamente, esses são os principais efeitos da transformação digital nos modelos de negócios. Vale ressaltar que todas as áreas e “contornos” de uma companhia poderão ser afetadas, seja na gestão, na cultura organizacional, nos processos operacionais ou no relacionamento com os clientes.

O propósito por trás dessa transformação é, essencialmente, proporcionar novos serviços que se adaptem a uma experiência totalmente digital. Se você parar para refletir, perceberá que essa mudança está acontecendo a todo momento. A cada dia, as pessoas, as empresas e as coisas estão mais conectadas entre si, revolucionando as formas como nós lidamos com tudo em nossa vida.

Como introduzi-la nas estratégias corporativas?

Quanto à introdução da transformação digital nas estratégias empresariais, separamos algumas dicas que podem fazer toda a diferença. Veja abaixo.

Repense seu negócio

A primeira delas é repensar o seu negócio. A razão disso é que a transformação digital é muito mais do que a mera adoção da tecnologia nos procedimentos da organização.

Entenda que a mudança deverá atingir todas as etapas e os departamentos do negócio, envolvendo, inclusive, uma modificação de pensamento daqueles que fazem parte do processo. Analise o mercado, visualizando o seu futuro digital e as novas possibilidades que podem surgir ou ser criadas.

Capacite a sua equipe

Diante da velocidade com que as tecnologias são substituídas, é de extrema importância capacitar a sua equipe por meio de treinamentos e qualificações constantes.

O ponto a destacar, nesse caso, é que a transformação digital é uma jornada contínua. Isso significa que ela nunca vai parar, mas, sim, estar sempre em evolução.

Determine as KPIs adequadas ao seu negócio

 

Key Performance Indicators (indicadores-chave de desempenho) mensuram o desempenho dos aspectos críticos dentro de uma empresa. Esses indicadores são definidos pelos gestores para avaliar a performance de projetos diversos do negócio.

A partir da mensuração proporcionada, é possível traçar estratégias e alcançar as metas estabelecidas. Além disso, os KPIs são utilizados por companhias de todos os portes e segmentos para incrementar a comunicação entre os colaboradores e manter as diretrizes alinhadas.

A escolha dos indicadores-chave mais importantes depende do ramo de atuação da companhia e do estado atual do negócio. Se mencionarmos uma startup promissora, mas ainda no começo das operações, por exemplo, é uma boa ideia priorizar aqueles que atuem diretamente na atração de novos clientes.

Assim, taxas de conversão de visitantes na página da empresa e número de trials (testes do produto, como softwares, por tempo limitado) ativos são boas opções.

Já uma empresa mais consolidada vai se beneficiar de indicadores que atuem na retenção dos clientes já fidelizados. Um exemplo é o churn rate, que proporciona ao gestor conhecer o quanto a sua companhia perdeu de receita ou de consumidores.

Identifique as principais tecnologias do seu setor

O próximo passo para se adequar à transformação é redefinir a estratégia geral da companhia para que ela possa ser adaptada de forma bem-sucedida para o modelo digital.

Assim, é necessário analisar o mercado para identificar as tecnologias que vão impactar positivamente no negócio. Se você ainda não está totalmente seguro sobre quais ferramentas são as necessárias, priorize soluções digitais já testadas e que possam ser personalizadas de acordo com as suas necessidades.

Desse modo, tecnologias como o serviço de customização Pentaho, por exemplo, uma ferramenta open source (código aberto, modificável) de Business Intelligence, pode ser integrada aos recursos já recorrentes no mercado, como CRMS, ERPs, softwares financeiros e até mesmo ser utilizado em conjunto com soluções clássicas como o Excel.

Invista em uma mudança cultural

A transformação digital vai ser inserida de modo mais natural se vier acompanhada de uma mudança na cultura organizacional. Sem adaptar às diretrizes para esse momento único na organização, será difícil realizar uma transição mais suave.

Já mencionamos a necessidade de capacitar os colaboradores, mas uma mobilização cultural é, também, imprescindível. Engajar os profissionais e envolvê-los nessas mudanças é crucial para que se desenvolva uma cultura digital efetiva.

Nesse sentido, o trabalho dos gestores e líderes intermediários é fundamental para esclarecer as dúvidas e tornar o entendimento mais amplo, exemplificando como aquela alteração estrutural vai resultar em êxito empresarial.

Algumas companhias podem, inclusive, recompensar comportamentos digitais positivos, premiando os profissionais que desenvolvam estratégias sofisticadas por meio das ferramentas tecnológicas adotadas.

Foque na experiência do cliente

A transformação digital envolve todos os setores de uma empresa, com o intuito de prover um ambiente de trabalho mais dinâmico. Além disso, é possível proporcionar ao cliente experiências mais recompensadoras com o incremento nos produtos e serviços adquiridos.

Nessa fase, é importante definir como começar. Os gestores podem se concentrar em reduzir os custos e, consequentemente, conseguir um abatimento nos preços finais ou agilizar o processo de entrega, por exemplo.

É importante notar que a transformação digital não se resume à simples introdução de um software na companhia. Trata-se de um conjunto de ferramentas para gerar inteligência de negócio e vantagem competitiva, gerando uma percepção nítida de melhoria por parte dos clientes e do mercado como um todo.

Digitalize a inteligência do negócio

Comece a basear as suas ações em dados e estatísticas, digitalizando a inteligência do negócio. O Big Datae o Business Intelligence são exemplos de soluções que lhe auxiliarão a tomar decisões mais inteligentes.

Isso não quer dizer que o feeling deve ser deixado para trás, porém, decisões auxiliadas por informações clara e precisas certamente contribuirão para o seu sucesso. Por último, tenha em mente que quem não se adaptar à transformação digital está assumindo um grande risco: o de desaparecer do mercado.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre como acelerar a transformação digital em seu negócio? Então, não hesite em entre em contato conosco para conhecer o nosso trabalho!

Leandro Guimarães
Leandro Guimarães é o fundador da Know Solutions e trabalha com Business Intelligence desde 2009. Possui amplo conhecimento em Modelagem Dimensional, Data Warehouse e na plataforma Pentaho.

Foi aluno de Ralph Kimball, maior referência mundial no assunto, no curso de Modelagem Dimensional realizado pela Kimball University, em Estocolmo – Suécia.

Já ministrou diversas palestras sobre o tema e atualmente mantêm o blog da Know Solutions, com referências sobre Business Intelligence.

Pós Graduado em Gestão de Projetos de Software pela PUC – Paraná. Trabalhou durante 7 anos na empresa Siemens onde participou de projetos em diferentes países.